REENCONTRO

retirada de google. amor etero-002

Fazia já alguns dias que se sentia observada. Era uma presencia sutil, um suspiro que dizia seu nome. Às vezes um vento tênue que lhe acariciava a pele. Outras a delicada claridade do luar a ilumina-la em plena luz do sol. Ela estava feliz, rejuvenescida. Cuidava das coisas como há muito não o fazia. Cantarolava. Teve um dia que até uns passos de baile chegou a dar. As companheiras da casa de repouso ficaram preocupadas. Tanta animação não era normal na sua idade. Nem decente, pensavam algumas. E o que dizer dos gritinhos noturnos que levantavam tanta suspicácia. Se até os colegas da ala masculina a olhavam diferente, com o olhar guloso de 40 ou 50 anos atrás. Ela não parecia perceber. Vivia ensimesmada. Finalmente ele apareceu num entardecer radiante e a convidou a passear. Ele aparentava eternos dezoito anos, ela dezesseis. A primavera despontava, o caminho se mostrava luminoso e florido. Encontraram-na no dia seguinte, sentada num banco do jardim. O sorriso estampado no rosto.

Anuncios
Esta entrada fue publicada en Uncategorized y etiquetada , , . Guarda el enlace permanente.

Responder

Introduce tus datos o haz clic en un icono para iniciar sesión:

Logo de WordPress.com

Estás comentando usando tu cuenta de WordPress.com. Cerrar sesión /  Cambiar )

Google photo

Estás comentando usando tu cuenta de Google. Cerrar sesión /  Cambiar )

Imagen de Twitter

Estás comentando usando tu cuenta de Twitter. Cerrar sesión /  Cambiar )

Foto de Facebook

Estás comentando usando tu cuenta de Facebook. Cerrar sesión /  Cambiar )

Conectando a %s