COMPAIXÃO

mulheres-google_nEncontrou-a jogada na areia, abandonada a seu destino. Foi num amanhecer cinzento e frio do mês de fevereiro. Olharam-se, uma com receio, a outra com piedade. Não emitiram som algum, apenas caminharam juntas, lado a lado. A velha senhora de corpo cansado e alma leve, sorriu quando abriu a porta da sua casa e a convidou a entrar. Indecisa, a jovem refugiada de carnes enxutas e alma ferida, que tremia de medo, mas principalmente de fome, olhou entorno dela e, com andar inseguro, receoso e cambaleante, cruzou o limiar. No fogão a carvão viu uma fumegante panela de ferro. Na mesa dois pratos e uma fogaça de pão. Rompeu a chorar! Lágrimas banharam seu rosto enquanto aspirava um cheiro delicioso, quase sagrado, a comida.

Anuncios
Esta entrada fue publicada en Uncategorized y etiquetada , , . Guarda el enlace permanente.

Responder

Introduce tus datos o haz clic en un icono para iniciar sesión:

Logo de WordPress.com

Estás comentando usando tu cuenta de WordPress.com. Cerrar sesión /  Cambiar )

Google photo

Estás comentando usando tu cuenta de Google. Cerrar sesión /  Cambiar )

Imagen de Twitter

Estás comentando usando tu cuenta de Twitter. Cerrar sesión /  Cambiar )

Foto de Facebook

Estás comentando usando tu cuenta de Facebook. Cerrar sesión /  Cambiar )

Conectando a %s